jump to navigation

A expedição da OCTPE e a Coluna do professor Aguiar 29/03/2009

Posted by ctaeseducpa in Uncategorized.
trackback

A Coordenador de Tecnologia a Aplicada à Educação saúda os guerreiros militantes da expedição articulada pela Organização Clandestina Tudo Pela Escola (OCTPE), que implementou uma ação antiburocratizante em um município, localizado a mais de 220 quilômetros de Belém, que objetivava trocar o sistema operacional de nove computadores que estavam aprisionados ao Windows, sem pedigree, que insistia em informar na sua tela de inicialização: você pode sido vítima de falsificação de software, ameaça que visava auferir alguns trocados. A tarefa da OCTPE, consistia em substituir o sistema de Tio Bill pelo Linux Educacional da SEDUC  (BotoSetLinux).

expedicao_windows

O inimigo a ser derrotado!!!!!

Os Desafios Enfrentados

Nossos bravos camaradas, organizaram a empreitada com recursos próprios e da organização, que dispensa qualquer tipo de trâmite, a utilização de qualquer documento escrito ou via email para garantir a liberação imediata dos recursos necessário a assegurar o êxito da expedição.

Apesar da excelente logística montada, em menos de uma hora, aconteceram alguns imprevistos que segundo nossos militantes tratavam-se na verdade de ações de sabotagens, que, possivelmente, teriam a impressão digital da empresa Microsoft Ltda.

A viagem que deveria durar duas horas e meia prorrogou-se por oito horas. Táticas de guerrilha utilizada contra a organização, como encher a pista de buracos e taxinhas para furar pneus foram empregadas. Nossos militantes foram vitimas de armas biológicas, típicas da Microsoft, que infectou com vírus o organismo de alguns de nosso aguerridos militantes, que foram socorridos, prontamente, pela Camarada Enfermeira Kelly Pinguin, que não utiliza remédios patenteados, mas somente produtos naturais e medicamentos genéricos, de preferência produzidos no Brasil

expedicao

A baixa da expedição

Os Resultados Alcançados

Ao final da expedição, mais uma vez, a Microsoft foi derrotada. Seu fundador a cada dia fica mais pobre, em virtude da realização de tais expedições. Os nove computadores foram libertados e agora utilização o Gnu-LINUX.

expedicao_linux1

Agora é Linux!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Agradecimentos

Agradecemos a camarada que atua no município que não podemos identificar, por questões de segurança, pelas providências tomadas:

providenciar hospedagem em hotel cinco estrelas, já que os militantes não tinham dinheiro para sequer pagar uma pensão; providenciar alimentação, remédios, combustível e segurança contra possíveis novos atentados contrarrevolucionários da organização inimiga.

Agradecimento Especial

À camarada chef de cozinha, veja o comentário que o Professor Aguiar fez em sua coluna sobre ela, por ter saciado a fome que assolava os militantes e ameaçava o êxito da expedição.

Para terminar uma mensagem a todos o militantes da OCTPE na SEDUC: “o inimigo está batendo a porta é a hora de organizar a resistência”.

____________________________________________________________________________________________

O Grande  Monde Real
(Uma coluna pós-moderna)

O Diretor de adversidades, o Gálaxie e o Prof. Aguiar:

O Prof. Aguiar, o Poliglota da Torre de Babel, foi convidado pelo diretor de adversidade Prof. Wilson Barroso para realizar uma tradução simultânea de um evento (diálogos) que foi transmitido via internet para professores (as) e TEs da Europa, Estados Unidos, América do Sul, África, Oceania e Ásia, além de comunidades indígenas e quilombolas de todo o Brasil.

Após o evento, o diretor de adversidade se ofereceu para conduzir o Prof. Aguiar até sua residência em seu galaxie 500/1967, o primeiro a ser comercializado no Brasil. Durante o percurso uma tempestade caiu sobre Belém sendo necessário fechar as janelas do automóvel.

O ar condicionado não funcionou, pelo contrário, parecia um aquecedor e, piorando a situação, o limpador de para brisa, os faróis, que pareciam lamparinas, também falharam. O Prof. Aguiar pensou com seus botões: “Esse galaxie nem se compara ao meu one twenty/1937 da packard, que nunca deu um defeito”.

O diretor Wilson vestindo uma camisa social azul com suaves listras brancas, manga longa da marca Inovato, tendo por cima um casaco jeans Brooksfieeld, comprado em um brechó localizado no mercado de São Braz especialmente para o evento, suava as bicas, naquela verdadeira chaleira ambulante.

Como de praxe, o Prof. Aguiar se manteve incólume. A cada 30 minutos retirava do bolso de seu fato de linho azul um lenço de seda vermelho (cor do governo popular) para conter uma gota de suor, que ousava escorrer em seu rosto. O Diretor praticamente montava em seu veículo numa posição deveras deselegante que incomodava o Prof. Aguiar.
Numa manobra mirabolante, o Diretor, que mal via um palmo à frente do nariz, deu uma freada estonteante, foi quando o Prof. Aguiar olhou para seus pés e percebeu os enormes sapatos desbotados, n° 45 (um número suspeito para ser usado na SEDUC).

Chegando à sua residência o Prof. Aguiar fez um escalda pés e colocou sua manta de lã evitando um possível resfriado. E recomenda ao Diretor de adversidade que retire suas economias da caderneta de poupança Vivenda e faça um consórcio na Tágide veículo do último lançamento da indústria automobilística, um Maverick de última geração.
Seu trabalho mais uma vez foi voluntário, mas que sacrifício não faz pela SEDUC?

maverick

O novo carro do professor Wilson

A chef de cozinha azul

Através de informações do aprendiz de chef de cozinha Paulo Martins, o Prof Aguiar se deslocou ao município de Augusto Corrêa para conhecer a grande chef de cozinha local.

Ao chegar Prof. Aguiar ficou surpresa ao ver uma senhora sexagenária, trabalhadora, que exerce seu ofício com grande fineza, vestida de azul, a cor da moda em Paris e Cametá, uma touca envolvendo seus belos cabelos grisalhos que gentilmente o convidou para sentar à mesa já preparada com muito requinte e glamur.

Observou a toalha xadrez nos tons azul e branco com decorações orientais em tecido acetinado dando mais destaque as cores.

O cardápio servido, em louças de porcelanas e aço inoxidável, constou de: caranguejo toc-toc, feijoada completa e uma caldeirada de peixe fresco, incluindo o tão saboroso pirão de farinha, harmonizado com azeite de oliva a moda mediterrânea.

Prof. Aguiar após se deliciar com tantas iguarias saboreou a sobremesa constituída de creme de bacuri que o próprio

Prof. Aguiar jamais imaginou degustar na vida.

Realmente Paulo Martins tinha razão. Finalmente o Prof. Aguiar admitiu ter encontrado uma chef a altura de sua grandeza.

Bem-vinda ao Monte Olimpo da gastronomia.

chefe1

A chef de cozinha azul

Prof. Aguiar gostou:

Da homenagem recebida pelo Núcleo de Tecnologia Educacional de Castanhal, ficando fortemente sensibilizado ao rever fotografias de lugares históricos de Belém, lembrando-se dos primeiros anos de sua vida profissional como preceptor em várias escolas da cidade. Como forma de agradecimento, convida os membros do NTE Castanhal para uma matinê no cinema Olímpia, para assistir a exibição do filme “E o Vento Levou” com os atores, Clark Gable e Vivien Leigh. Os irmãos Lumier, convidados de honra, estarão presentes na sessão.

Após o término do filme todos irão lanchar na confeitaria Colombo e tomar um refrigerante grapete no recém inaugurado Bar do Parque.

Prof. Aguiar não gostou:

Da Professora Billa Galo, sua aluna no 1º semestre do curso de História da UFPA, ainda não ter deferido a sua solicitação de doar uma agenda do kit escolar para sua mãezinha, que no momento, encontra-se enferma, estando em sua casa, sendo assistida pelo Dr. Álvaro Paes do Nascimento, médico secular da família, com sessões de ventosa.
Recebe, também, chás de camomila, erva-cidreira, capim-santo e doses homeopática de valeriana o mais avançado remédio antidepressivo e atual coqueluche da medicina moderna.

A mãezinha estaria melancólica por não ter recebido a sua tão sonhada e bela agenda.

Professora Billa respeite o Estatuto do Idoso!

agenda

Quando chega a agenda????????

Comentários»

1. Marcelo Carvalho - 29/03/2009

Diz a letra da música: “Todo artista tem de ir onde o povo estar, se foi assim, assim será”!

Pois bem, o militante do linux, tem de ir ondo o PC estiver…

Mas, na próxima vex, viajaremos no período da tarde e com dois pneus de reserva.

Saudação aos brvos e valorosos militantes da OCTPE.

Marcelo Carvalho

2. Marcelo Carvalho - 29/03/2009

Errata: Onde está escrito “vex”, favor ler vez.

Marcelo Carvalho

3. Nazaré cavalcante - 30/03/2009

Ilmº Sr Prof. Aguiar,fiquei muito interessada no medicamento valeriana que sua mãezinha vem tomando para depressão.Fui a várias farmácias de Belém e não encontrei.É importado? Como faço para encontré-lo?
Agradeço sua atenção ilustre prof.

4. keyla wanessa - 30/03/2009

caro Coordenador,

Sou uma Pedagoga esperando minha tão sonhada aposentadoria. Nunca li o tal de ECA Vermelho e nem tenho o mínimo interesse!fiquei intrigada com o relato sobre a EXPEDIÇÃO. O que significa essas missões? No meu tempo de universitária elas se referiam ao debravamento das terras ainda não conhecidas. E agora?
Caro coordenador, aproveito para lhe perguntar sobre o nosso tão querido prof. Aguiar.Qual o estado civil dele? Eu poderia participar do passeio junto com os membros do NTE castanhal? faz tanto tempo que não saiu! È das escolas para casa e vice versa.Desculpe o desabafo!
Muito obrigada prof.
__________________________________________________________________________________________
Querida Pedagoga,

Nós na vida precisamos sempre nos renovar. O casamento é assim, o amor é assim, encontros que envolvem os mais nobres sentimentos humanos e que precisam ser cuidados como uma semente no jardim.
Nunca desista, nunca diga que não conhece alguma coisa, pois a vida na terra só encerra quando desistimos de sonhar…

Não pense em aposentaria, pois temos tantas coisas para fazer nas escolas, temos tantos sonhos que precisam ser realizados, tantas possibilidades e caminhos a serem trilhados.

A vida é única, você é um ser especial, pois existem bilhões de estrelas, milhares de cometas, centenas de Keylas, mas nem uma será igual a você…

Seja feliz minha querida pedagoga. Aproveite a vida e faça por merecer a oportunidade que Deus lhe deu.

Pe Bruno de Melo
Psicoterapeuta pela Puc de São Paulo, Teólogo e Filósofo – Conselheiro Espiritual da CTAE

5. Jamille - 31/03/2009

Infelizmente, o NTE Castanhal sente-se obrigado a declinar de convite tão carinhoso de nosso polêmico prof. Aguiar. Isso deve ao fato de nosso NTE participar ativa e frequentemente de várias forças-tarefas, combatendo o bom combate. Hj mesmo, nossa funcionária mais dedicada e aguerrida, Ana Célia – prestes a se aposentar- instalou o Boto Set em mais de nove máquinas no município de Vigia e realizou manutenção técnica em mais 6 máquinas no município de Colares(sim, nós prometemos, mas também sofremos do mesmo mal que acomete a CTAE anti-burocracia, pró-educação). Gostaríamos bem mais que o prof. Aguiar participasse de uma de nossas forças-tarefas, só que teria que ser no seu one twenty/1937 da Packard – que nunca dá problemas.

____________________________________________________________________________________________
Comentário do blogueiro de plantão.

Agora que a rede solidária ficou sabendo da intenção da Ana de se aposentar vai utilizar de todos os meios para atrasar os trâmites processuais, como esquecê-lo na mesa por 90 dias, alegar que estão faltando documentos, como seu primeiro comprovante de vacinação, a declaração da parteira de que após o seu nascimento a Ana teria falado: eu amo o linux, entre outras.
Pela primeira vez a lentidão da burocracia vai ser aliada da rede solidária. Na vida tudo é possível.

6. Ana Célia - 31/03/2009

Sabendo de suas intenções, declaro de antemão que os documentos acima solicitados já estão sendo providenciados. Conversarei com o prof. Aguiar para que ele entre em contato com a parteira da Ordem Terceira que assistiu tão linda declaração. Enquanto isso, continuo ativa, desbravando os municípios em busca da fidelidade de nossos ideais, amando o Linux!!!

O professor Aguiar lecionou pra muitas Ana Nery e parteiras daquele hospital e vai verificar se encontra em sua caderneta de preceptor o nome daquela que recebeu a menina Ana, que nasceu predestinada a ser uma mulher de luta e uma multiplicadora talentosas.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: